:: educação tecnológica ::

Escola Sec. C/ 2.º e 3.º Ciclos Prof. Ruy Luís Gomes

 

logoAgrupamento150X157 Av. Prof. Ruy Luis Gomes, Lote 1A - Laranjeiro
2810-274 ALMADA
Tel. 212 530 759
Fax. 212 547 007

Mapa de localização

http://www.es23.ruyluisgomes.org

 

escola entrada

 

escola patio

 

O nosso Patrono

 

Ruy Luís Gomes 

Ruy Luís Gomes nasceu no Porto em 5 de Dezembro de 1905. O seu pai, António Luís Gomes, tinha sido político na primeira república. Licenciou-se em Matemática na Universidade de Coimbra e doutorou-se em 1928. Em 1929 tornou-se Professor na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, onde entrou como assistente de Álgebra Superior e de Geometria Projectiva. Em 1930/31 foi encarregado da regência da cadeira de Física-Matemática. Em 1933 tornou-se Professor Catedrático, com 28 anos. Foi director do Gabinete de Astronomia, tendo promovido a instalação de um observatório astronómico escolar no Monte da Virgem.

Em 18 de Fevereiro de 1942 fundou o Centro de Estudos Matemáticos do Porto, anexo à Faculdade de Ciências. O grupo de apoio deste Centro era constituído pelos matemáticos António Aniceto Monteiro (1907-1980), António Almeida e Costa (1903–1978), Ruy Luís Gomes, Luís Neves Real (1910-1985), Gonçalves Miranda, Pereira de Barros e Pereira Gomes.

Foi eleito presidente da Comissão Distrital do Porto do Movimento de Unidade Democrática (MUD), tendo integrado as suas listas, razões pelas quais veio a ser preso. A morte do Prof. Abel Salazar (1889-1946), anteriormente demitido das suas funções universitárias pelo governo, provocou manifestações de descontentamento e de protesto contra o Estado Novo e pela instauração de um regime democrático. Ruy Luís Gomes foi um dos mais activos intervenientes e, por isso, foi novamente preso. Apoiou a candidatura do General Norton de Matos (1867-1955) à presidência da República. Entretanto o MUD tinha sido ilegalizado pelo governo. Foi então decidido por alguns membros deste Movimento fundar um outro, que se veio a denominar Movimento Nacional Democrático (MND), de que Ruy Luís Gomes seria presidente. Após a elaboração de um documento que proclamava os princípios defendidos pelo MND, Ruy L. Gomes foi mais uma vez preso. Voltou a ser preso quando começaram os problemas em Goa, Damão e Diu.

Em 1947, foi demitido das suas posições na Universidade no Porto por motivos políticos. Em 1951, foi proposto como candidato à Presidência da República, a par do Contra-Almirante Quintão Meireles, contra o candidato do regime, o General Craveiro Lopes, mas a sua candidatura foi reprovada pelo Conselho de Estado entretanto criado pelo governo de Salazar. Ruy L. Gomes comentava sobre este episódio: “Pela primeira vez eu reprovei na vida, a primeira reprovação que tive foi como candidato à Presidência da República.” (cit. in Evocação do Prof. Ruy Luís Gomes, 1996).

Em 1957 foi preso mais uma vez, juntamente com outros dirigentes do Movimento Nacional Democrático (MND), e julgado dez meses depois pelo Tribunal Plenário do Porto, tendo sido condenado a 24 meses de prisão. Em 1958 deixou Portugal e foi viver para a Argentina, tendo aceite, a convite de António Aniceto Monteiro, a regência de cursos de Análise Matemática, da licenciatura de Matemática no Instituto de Matemática da Universidade Nacional del Sur, na cidade de Bahia Blanca. Em 1962 foi para o Brasil, para a Universidade Federal de Pernambuco, onde já estavam Zaluar Nunes, Pereira Gomes e José Morgado.

Após o 25 de Abril de 1974 regressou a Portugal, onde chegou a 10 de Junho de 1974. Aceitou o cargo de membro do Conselho de Estado e assumiu as funções de Reitor da Universidade do Porto. Foi reitor nos anos de 1974 e 1975, tendo-se jubilado em 5 de Dezembro de 1975. Contribuiu para o lançamento do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, e continuou a desenvolver trabalho em matemática e a colaborar com a Sociedade Portuguesa de Matemática, tendo falecido no dia 27 de Outubro de 1984.

in Centro Virtual Camões

 
Jorge Neto

foto jorge

Professor do grupo 530 (antigo 12º grupo E - Construção Civil e Madeiras).

Iniciei a minha atividade docente em 1975, na Escola Secundária D. Pedro V, em Lisboa.
Em 1982 fui colocado (por opção minha) na Escola Secundária do Laranjeiro, hoje Prof. Ruy Luís Gomes, onde leciono a disciplina de Educação Tecnológica.

Neste sítio é possível encontrar informação sobre a disciplina de Educação Tecnológica, a minha escola, os meus alunos e algumas atividades realizadas por estes.

 


Contacte-me